Criptocurrency, o cassino mundial das moedas com único lastro na China comunista

Se o maconheiro do Elon Musk (Eike Batista americano) e todos os CEO’s esquerdo-autoritários das Big Tech’s amam criptomoeda, há caroço nesse angu.

Não é a única razão para rechaçar bitcoin e suas alt-coins:

  • A maior parte do suporte energético é made in China (país comunista e escravocrata do próprio povo). Documentários sobre este fato abundam na internet.
  • Sua utilização em escala global exige inúmeras novas usinas nucleares (cálculos assim foram feitos com o próprio uso de energia pelo sistema tempos atrás)
  • Está sujeita a uma demanda que pode ser muito bem manipulada por “big whales” (baleias) do mercado e marketing “à la Musk”. Com moeda sem lastro em commodity rara (infelizmente, é o caso global), o banco central atua para manter a estabilidade monetária.
  • A secretária do Tesouro americano estimula a duvidar do bitcoin com uma mera sentença sem explicação. Parece marketing reverso: há anos ela é bem criticada nos EUA pelos economicamente astutos.

Quem quiser ganhar moedinha nesse cassino onde a fome avarenta dos investidores “macaco velho da estrada” atinge proporções mundiais e a China é seu fiador, bonne voyage!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s